Você se formou em educação física, pode ter se questionado por que na faculdade não mostra como desenvolver suas habilidades de comunicação. Mas não fique preocupado. Você pode desenvolver novos hábitos que podem ajudá-lo a encantar os clientes e evitar algumas gafes.

Você já deve ter percebido que ao trabalhar com seus clientes, muitos podem achar difícil a construção de novos hábitos, no entanto, com o tempo isso vai ficando automático. Quero apresentar algo parecido para você, no início você pode achar diferente, estranho, mas com o tempo isso se torna um hábito em sua vida e você se torna uma máquina e comunicar e encantar pessoas.
Como você pode agregar valor em cada conversa com seu cliente?

Como você pode lidar com o “não” e manter sua confiança fechando mais vendas sem parecer um vendedor?

Todas essas respostas podem está ao seu alcance. O valor e diferenciação não pode ser superestimado. Fazer isso com êxito criará benefícios que vão desde a capacidade de construir relacionamentos com clientes até encontrar maneiras de aumentar a retenção de clientes.

Então vamos lá, nosso negócio é uma condução de relacionamento. Seja com seu discurso a um potencial cliente, a um cliente atual, ou tentar utilizar a internet, se você for fazer tudo isso sendo um mau comunicador? Para as pessoas, você não vai a lugar algum.

Agora, a maioria dos personais estão confortáveis ​​quando estão em uma sessão. Mas tudo o que vem antes disso, bem, essa é uma história diferente.

Não há nada na formação que ensina você contactar pessoas e atrair o interesse deles em seus serviços.

O que estou oferecendo aqui é uma série estratégica para fazer exatamente isso. No entanto, essas estratégias de comunicação não são fundamentadas nas vendas típicas ou liderança, encontradas nas pós graduações ou Mba. Mas nas técnicas baseadas na programação neurolinguística.

Algumas considerações

Algumas pessoas vão ficar chateadas ou desconfiadas com essa idéia.

“Isso é um monte de truques psicológicos para manipular as pessoas !”

Agora, em primeiro lugar quero dizer que isso não faz parte de meu caráter e em segundo, tudo que quero fazer aqui é mostrar para você como você pode PERSUADIR  o seu cliente para COMPRAR você.

No entanto, essas táticas são apenas um aspecto do conceito da PNL

A PNL Aplicada ao treinamento pessoal

A maioria dos conceitos da PNL são construídos em cima de princípios razoavelmente universais de comunicação bem sucedida. Qualquer pessoa que leia livros sobre vendas, ou como ser um líder são princípios muito semelhantes.

Então por que com a PNL é diferente? Não se trata apenas de leitura, não há muita aprendizagem dessa forma. O princípio geral que tiro da programação neurolinguística é a ação e a pratica.

Todo mundo tem experiências de sentir socialmente estranho falando com as pessoas , ou falando em público. A PNL trabalha com as pessoas tanto a parte intelectual como emocional. Isso melhora imensamente o aprendizado.

Princípios de PNL aplicados ao treinamento pessoal

A partir da amplitude do conteúdo da PNL, e mudando o contexto de aplicação, eu destinei 7 Princípios que irão desenvolver e melhorar sua habilidade de comunicação. Se você está se sentindo meio inseguro ou desconfortável quando está com pessoas ou futuros clientes. Faça isso e você estará no caminho para ser um comunicador eficaz, auto-suficiente, e fazer uma carreira de sucesso como um personal trainer.

Os 7 princípios para uma comunicação eficaz

  1. Fale com clareza e convicção

  2. Reconhecer e aproveitar oportunidades

  3. Confiança, confiança, confiança

  4. Maximize todas as suas interações

  5. Não desista pelo fracasso

  6. Adote uma mentalidade de Abundância

  7. Aprecie o processo, não o resultado

Podemos  dizer que os princípios listados são universalmente relevantes para quase qualquer profissão voltada para o serviço. E que eles não tem nada de maldosos ou picaretagem.

Eu também acho que alguém concordaria que habilidades de comunicação eficaz são o segredo para aumentar o sucesso do treinamento pessoal.

Avançando a partir desse ponto, vamos traduzir os princípios acima em obstáculos comuns, e aplicá-los às barreiras principais enfrentam formadores.

Aplicando os 7 princípios ao treinamento pessoal

Princípio 1 – Fale com clareza e convicção

Cenário 1 – Fico com a língua presa ao falar com as pessoas

“Eu fico nervoso sempre que tenho que falar com pessoas que não conheço, as palavras não saem direito”

Aplicando o Princípio 1 – Pratique a falar com clareza 

Esse problema é muito comum, mas facilmente corrigível. Táticas para resolver isso incluem; Escrever e recitar scripts de conversação, trocar ideias com colegas e profissionais e pessoas desconhecidas.

Para começar a aplicar isso, anote o seu próprio script que começa com uma introdução simples. 

Escreva e reescreva isso, e simplesmente leia em voz alta sozinho até que as palavras se tornem automáticas.

O próximo passo agora é imaginar a sua postura, expressão facial e o tom de sua voz enquanto conversa com alguém em sua mente. Se ajudar, pode fechar os olhos e imaginar o cenário, a pessoa enquanto você verbaliza o início da conversa.

“Oi! Meu nome é Rodrigo”

“Patrícia, é um prazer conhecê-lo hoje ”

Feito isso, encontre um colega com quem você se sinta confortável, e pratique esse diálogo de abertura com ele. Perceba o tom de sua voz, e a velocidade e a articulação de suas palavras. Além da academia, pratique se envolvendo com pessoas que você realmente não sabe ou não costuma falar muito, por exemplo o rapaz da lanchonete. Adapte o script a qualquer situação social.

“Oi! Obrigado pelo café, eu realmente aprecio isso. Você estará por aqui amanhã?”

Estes pequenos compromissos constroem confiança positiva, e você fica mais confortável com pessoas, gradualmente você irá eliminar o nervosismo que tinha antes.

Princípio 2 – Reconhecer e aproveitar oportunidades

Cenário 2 – Evitar interações / oportunidades

 

Aplicando o Princípio 2 – Reconhecer e aproveitar oportunidades.

TODOS com quem você interage é um cliente potencial. Isso não significa que você tem que falar com todos como se fosse com a estratégia de vender o seu produto. Mas sim, você deverá sempre estar aberto a se relacionar, engajar e sempre falando sobre o tema.

Você provavelmente tem várias oportunidades para falar com pessoas, mas, simplesmente, não está aproveitado da maneira certa. Anote uma lista de todos os lugares que você frequenta em um dia.

Com sua lista em mãos, mentalmente pense em que pessoas você pode entrar em contato ou falar um “oi”. Com quantas pessoas você fala quando entra na academia para fazer o seu trabalho até a hora que sai? Isto nos leva ao Princípio 1 – Você não está só praticando dizer olá, ou iniciar uma conversa, você está encontrando todas as oportunidades para treinar.

 Exemplo:

– Ao ir para academia, diga “olá ,como vai?” para recepcionista

-Diga bom dia ao gerente, pergunte como foi seu fim de semana.

– Fale com os professores do horário…

Com isso, ao longo do dia, você terá mais de 20 oportunidades para conversar com pessoas que você provavelmente nunca percebeu. Aproveite sempre as oportunidades para ser exposto ao maior grupo de pessoas. Como diz a minha cunhada, “quem não é visto não é lembrado”.

Princípio 3 – Confiança, confiança e confiança

Cenário 3 – Confiança, ou falta dela

“Eu quero treinar as pessoas, eu só sinto que não sei o que estou fazendo.” ??

Aplicando o Princípio 3 – Construção de confiança, pequena a grande

A confiança vem com a experiência, mas também começa com a coragem de buscar essa experiência em primeiro lugar. 

Ninguém é um campeão quando começa a treinar, mas todos os campeões tem pelo menos uma coisa em comum: eles sentem confiança. 

Como criar confiança? Pegue  caneta e papel novamente, e anote algo que você se sentiria confiante mostrando para o cliente em uma sessão de treino.

“Eu realmente sei como ensinar supino”

Ok, isso é ótimo. Agora, qual assunto relacionado que você se senti confortável para falar? Algo que você poderia falar se perguntarem sobre esse tema para você?

Possibilidades: Treinar o tórax / peitorais, como funciona o manguito rotador, importância da angulação dos ombros, descrição da musculatura acessória, a história do supino, como aumentar a força em tantas semanas.

O objetivo aqui é construir peças de confiança . Gradualmente essas peças irão se unir e somar ao longo do tempo. Construindo a sua base, seu próprio conhecimento de funcionamento. Que você pode utilizar  para o seu treinamento e para continuar a aprender.

Embora este processo não seja da noite para o dia, ele reconhece que a construção da confiança é um processo. Ao invés de focar em resultados passados, pensando que você não é um bom treinador, inverta a sua mentalidade e reconheça todas as suas possibilidades de aprender e crescer. Parte disso é disciplina, parte disso é a interação, mas tudo isso contribuirá para a sua confiança no curto e longo prazo.

Princípio 4 – Maximize todas as suas interações

Cenário 4 – Falta de oportunidades durante a interação

“Eu vi você falando com aquele aluno, o que ele pediu para você?”

“Sim, ele queria saber como usar a flexora sentada corretamente. Então eu mostrei como utilizar.”

“E é isso? Você não perguntou nada mais?”

“Não … Eles não me perguntaram sobre treinamento..”

Então por que você não perguntou sobre qualquer outra coisa? Não tem que ser relacionado a fitness.  Hummm … Eu realmente não pensei nisso … ??

Aplicando o Princípio 4 – Maximize todas as suas interações

Até agora, catalogamos todas as nossas oportunidades de interação, decidimos que não vamos evitá-las e que estaremos bem sem saber tudo.

O que acontece quando todas as nossas conversas se resume em olá e adeus?

O problema comum que eu encontrei com os personais era que simplesmente não pensavam em mais nada para falar. Eles podem até conversar com os alunos, mas todo o foco da conversa sempre era sobre o treinamento e não direcionado em “eu vou conhecer essa pessoa”.

Ao aprender a maximizar a interação, você interage com essa pessoa o tanto quanto possível. Se você está conversando com a mentalidade de falar sobre si mesmo, essa conversa não vai muito longe. 

Tire a caneta e papel e faça uma lista de 20 perguntas que você pode fazer a alguém enquanto estiver na academia. Pontos de bônus para perguntas que NÃO forem relacionadas com academia.

Pergunte se eles têm um animal de estimação, se eles moram por aqui, quanto tempo está treinando, que tipo de música eles ouvem enquanto treinam, o que gostam de fazer…

Isso já é alguma coisa, agora eu tenho certeza que alguém está pensando que isso é bobagem, considere se eu perguntar a alguém essas perguntas durante uma conversa, eu aprendi dez coisas sobre eles que são exclusivas, a partir daí começamos a conhecer um ao outro.

Se o assunto de contratação para treinamento surge na conversa, ótimo, mas esse não é o ponto. Aproxime-se das pessoas como se quisesse fazer um amigo primeiro e se interessasse por eles. Então você começa a conhecê-los, e, em seguida, quem sabe se a confiança construída pode ser traduzida em uma “venda”?

E se tudo que você pode se lembrar é “oi, e aí, como você está hoje, como é o seu treino? Isso é pelo menos um começo, porém continue construindo a conversação.

Princípio 5 – Não desista por fracassar

Cenário 5 – Você falhou na interação com alguém..

“- Eu tentei fazer o que você disse, mas a pessoa explodiu comigo.

-Ok, isso acontece. Você tentou falar com mais alguém?

 

Aplicando o Princípio 5 – Não desista pelo fracasso

O fracasso vai acontecer. As pessoas irão ser rude, você pode ser jogado para escanteio, irão ter dias que você não vai se sentir muito bem.

Isso significa que você está melhorando .

E estamos de volta ao nosso bloco de notas:

Faça três colunas. 

À esquerda, liste seus defeitos. Escreva e confronte-os

“Eu falhei em ….

 Agora, no meio, liste 3 coisas que você aprendeu. 

E finalmente à direita, lista 5 coisas que você fará diferente na próxima vez. 

 O que estamos fazendo é confrontar nossos resultados, avaliar e aprender com eles, criando estratégias ​​que podemos usar para nossa próxima experiência.

Não devemos ficar paralisados ou  sentados no sofá sentindo-se mal sobre nós mesmos. Falhas fazem parte do processo, e se você não está falhando o tempo todo, você não está melhorando como um treinador ou como pessoa.

Siga em frente, utilize falhas para avançar sempre.

Princípio 6 – Adote uma mentalidade de abundância

Cenário 6 – A mentalidade de escassez arruína tudo

“Eu estou tentando falar com as pessoas, mas eu só quero fazer a primeira venda. Todos com quem eu falo, não se interessam em comprar o treinamento.

-A hora vai chegar quando você parar de tentar fazê-los  comprar treinamentos e apenas conversar com eles.

– Isso não faz sentido … ?

 

Aplicando o Princípio 6 – Adote uma mentalidade de Abundância

Queremos treinar pessoas, mas não queremos pedir dinheiro, porem precisamos receber pagamentos e precisamos de clientes.

Tudo isso resulta no que é chamado de mentalidade de escassez . Este estado mental cria ansiedade, as pessoas são excessivamente duras sobre si mesmas, e sombreia todas as suas interações. Você cria a perspectiva em que você nunca tem o suficiente de qualquer coisa.

Agora, muitas vezes acontece que quando um personal finalmente obtém os primeiros clientes e a confiança vai lá para cima, de repente eles tendem a ficar mais relaxados, felizes, e as “vendas”?

Estão vindo de forma muito mais natural. E isso não é um acidente.

Como entrar em uma mentalidade de abundância? Pegue caneta e papel. 

Pare de pensar que você não tem o suficiente e reconheça tudo o que você tem, escrevê-lo. 

 

 

 

 Três colunas:

– Coluna da esquerda o que você precisa:

– Coluna do meio, todas as maneiras que você pode criar oportunidade para ele

– Coluna Direita, todas as coisas que você poderia ser grato e contribuíram para essas oportunidades

 

Talvez você ache que isso é bobagem. Se você tem horários totalmente reservado, continue fazendo o que está fazendo. Mas se você está pirando sobre ficar sem alunos e sem dinheiro todos os meses, mude sua mentalidade e reconheça que seus pensamentos estão afetando suas ações.

Quando você olha para seu papel, que colunas são mais preenchidas? É provável que suas necessidades são poucas, mas o que você tem é muito maior.

Ao invés de concentrar toda a sua energia em suas necessidades, redirecione para o que você possui e tem controle. Fortaleça essa forma e terá muito sucesso em curto e longo prazo.

Darei um exemplo fácil que provavelmente você vai entender, pense em treinamento online. Talvez você tenha pensado em tentar, mas decidiu ir contra ele, por falta de confiança ou talvez falta de audiência.

Agora, considere que há mais de 2 bilhões de pessoas on-line. E talvez você ainda não tenha um site, uma página no facebook ou um perfil mais profissional no Instagram.

Então, com esse número, por que alguém deveria pensar que não haveria uma audiência potencial para o seu site? A mentalidade de escassez. A realidade mostra que existe uma enorme abundância potencial para todos. Mas você tem que reconhecê-lo primeiro.

Princípio 7 – Aproveite o processo, não o resultado

Cenário 7 – Não Apreciar o Processo

Aplicando o Princípio 7 – Você deve aproveitar o processo

Vejo muito personais desistindo da profissão, virando corretores de imóveis, motoristas de Uber, ou trabalhando em shoppings ou outros segmentos. Geralmente estão cansados e desiludidos, reclamam do mercado, dos alunos e do governo.

Por que isso? Eu poderia citar muitas razões, mas acima de tudo, as pessoas param de aproveitar o processo. E desistem

Se o treinamento não é algo que você encontra satisfação, você nunca encontrará uma maneira de sustentar esse sentimento, você acabará deixando por outra ocupação.

Passando por todos os princípios, podemos perceber que são fundamentais e que se tem uma coisa que pode ser mudado é a forma de pensar.

Se você quiser pegar apenas uma coisa deste artigo, seria:

Sem prazer, sem encontrar a alegria, o treinamento não vai significar nada.

Se há um fato a ser pensando nesse artigo seria:

” Eu encontro alegria em meu trabalho de personal?”

Se a resposta for NÃO, então você provavelmente está na linha errada de trabalho.

Se a resposta for sim, você tem o potencial para um futuro.

E espero que você tenha visto as habilidades necessárias para pegar ao longo do caminho.

Estou comprometido com seu sucesso

George